Silêncio

by Acionistas Vienenses

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
2.
3.
4.
5.
03:14
6.
7.
03:06
8.
04:40
9.

credits

released May 30, 2016

Gravado em São Paulo- SP , 2016
Produzido por Fernando Lima Ramos
Mixado e masterizado por Fernando Uehara e Danilo Souza em TOTH estúdio, exceto "Velhos Amigos (Acústica)" , mixada e masterizada por Lucas Guerra em Estúdio Guerra.
Arte da capa: Caio Alves e Denys Costa.

tags

license

all rights reserved

about

Motim Records Valinhos, Brazil

Independent record label

contact / help

Contact Motim Records

Streaming and
Download help

Redeem code

Track Name: Silêncio (feat. Sandro - Cannon of Hate)
O seu silêncio fere
como navalha,
corta todas as possibilidades
de nos entendermos.
E só o tempo pra curar
essas feridas que insistem em não cicatrizar.

O seu silencio fala alto, grita quase me ensurdece, muitas vezes me enlouquece, me faz perder a razão, me faz ficar em suas mãos mais uma vez.

E na fragilidade
buscamos saídas,
e nem sempre encontramos as melhores.
A busca por conforto
nos gera possibilidades
de errarmos novamente.

E no desespero é mais fácil ceder,
ceder a sua vontade.
E se errarmos não será por fraqueza,
mostrará o quão humanos somos.
E agora nem mesmo o tempo dirá o que irá acontecer.
Ele não parou, mas passa devagar.
Silêncio por completo,
nem sons nem gestos, nada pode falar.

E na fragilidade
buscamos saídas,
e nem sempre encontramos as melhores.
A busca por conforto
nos gera possibilidades
de errarmos novamente.
Track Name: A Barreira (feat. Farofa - Garage Fuzz)
O orgulho não irá se dissolver e desculpas não serão aceitas da boca para fora.

A historia não terá fim, e em um álbum ainda terá as marcas visíveis de um sentimento dolorido, que estava trincado, já quase dividido.

Nunca o arrependimento, seu rancor ainda é maior que nós, e jamais será ferido, você não quer medi-lo.
(Não vou mais ser assim, nunca mais ser assim)

Se dedicar e ser melhor é algo que não deve ser a divisão entre as partes que podem combinar.

Não existe mais nada para que se possa fazer
não existe mais nada aqui para nos fazer sentir
Uma visão deformada não se muda e dificilmente será mudada.

O reflexo que aparecia na escuridão vinha de uma luz púrpura quase apagada.

Uma barreira esta construída e vestígios foram deixados no quintal.
Pela estupidez
(Não vou mais ser assim, nunca mais ser assim)

A sinceridade foi subestimada, mas o brilho dos olhos era mais forte e me ofuscou de novo.

Não existe mais nada para que se possa fazer
não existe mais nada aqui para nos fazer sentir
Uma visão deformada não se muda e dificilmente será mudada.

Não existe mais nada para que se possa fazer
não existe mais nada aqui para nos fazer sentir
Não existe mais nada para que se possa fazer
não existe mais nada aqui para nos fazer sentir

não se muda e dificilmente será mudada.
não se muda e dificilmente será mudada.
Track Name: Chegou a sua vez
E agora foi a sua vez,
e é lamentável
aonde tivemos que chegar.
E agora o tempo
te dira como agir
daqui pra frente.

Espero que você fique bem,
porque a vida cobra bastante.
E de verdade, não carrego magoa alguma.
Espero que saiba como agir.

Atitudes erradas
te derrubaram,
só no sufoco pra voce aprender.
Te darão razão
e te empurrarão
da mesma forma como você fez.

Espero que você fique bem,
porque a vida cobra bastante.
E de verdade, não carrego magoa alguma.
Espero que saiba como agir.


A evolução é como o tempo, constante, não para. Basta apenas a nos acompanhá-la.
Track Name: Gritos ao vazio
Impossível compreender sem ao menos observar
Transparecer o que se quer te faz tão bem
Exílio pessoal, completamente inacessível
Procurando em outros verbos o superficial
Não há porquê se preocupar
Assimilando o que lhe convém
Outra maneira de se acostumar
Testando os próprios limites por mera lucidez
Sem algum sentido claro em quaisquer direções
Novas perspectivas nos fazem enxergar além
Não há recompensas, somente o óbvio se mantém
Novas regras, novas definições, julgando saber o que é real
A imprevisão absoluta longe de todas certezas
Gritando ao vazio opiniões ou permanecer simplesmente calado
O que mais inventar?
No que acreditar?
Não há porquê se preocupar
Assimilando o que lhe convém
Outra maneira de se acostumar
Track Name: Cotidiano
A passos largos contra a sua vontade, carregando a mesma frustração
Fingindo estar perdendo seu tempo enquanto seus olhos se fecham
Difícil suportar dia após dia o mesmo tormento
dando continuidade ao jogo outra vez
or todas as regras contraditórias e o medo de agir
se esvaindo aos poucos sem ter como fugir
em copos vazios refletindo sua falta de poder
ser tudo aquilo que não é para vencer
como posso compreender?
viver e se orgulhar por ser alguém como você
como pode permitir?
vendo tudo desmoronar enquanto insiste em se omitir
não há razão em permanecer aceitando tudo aquilo que não satisfaz
observar e ser sua própria razão
sem medo de seguir o seu próprio coração
sem temer arriscar
em busca de algo novo, coisas mais reais
se fazer entender que somos muito mais que podemos ser
não há razão em permanecer aceitando tudo aquilo que não satisfaz
observar e ser sua própria razão
sem medo de seguir o seu próprio coração
sem temer arriscar
em busca de
em busca de algo novo, coisas mais reais
resistir mais uma vez
Track Name: Velhos Amigos
Por onde você anda? Há quanto tempo não nos vemos mais?
Difícil imaginar que nossas vidas um dia caminharam juntas.

E eu te procurei em todo lugar, mas por infelicidade não conseguimos nos encontrar.
Saudade bate forte, e é tão difícil suportar.

Que bom te ver aqui, que bom saber que você está bem.
Espero que neste tempo que nos afastamos, pudemos aprender,

que por mais que estejamos longe é impossível esquecer tudo o que vivemos.
Momentos que nunca irão se apagar, feliz em te reencontrar.

Velhos amigos, ainda estamos aqui, histórias para relembrar.
Velhos amigos, ainda estamos aqui, histórias para relembrar.
Track Name: Vivência
Vou dizer que não representa o bastante pra mim
Com o poder de um silencio, constante sem fim
Uma guerra fria entre eu explodiu não da mais pra negar
Todo sangue espesso jorrado pras minhas veias vai voltar
E enxergar que não passa da vida que temos que viver
Enfrentar os traumas , encarar sem perguntar por que.
Não negar sua vivencia por porra nenhuma.
Pois A certeza que temos e que vamos morrer e a vida e so uma.
O medo atormenta , é difícil, mas isso é natural. Aceitar que nascer e morrer e simplesmente ser real.
Na fraqueza isso predomina com tanta constância a julgar por demência
E nos pegamos mais uma vez sem controle como na adolescência.
A culpa por viver vem a tona e faz os joelhos dobrar
se achava fluente mas descobriu que essa língua não sabe falar.
Na batalha com o espelho eu tomo a tela branca do akuma A garganta trava, arranha, e nem a Kariri desgruda.
Desta vez eu que vou me representar Mas não vou ficar calado, não vou deixar o silencio ganhar
E enxergar que não passa da vida que temos que viver
Enfrentar todos traumas , encarar sem perguntar por que.
Não negar sua vivencia por porra nenhuma.
Pois a única certeza que temos e que vamos morrer e a vida e so uma
Track Name: Amar(go)
Seu orgulho destruído, de mãos atadas sem nenhum estimulo
Não há como controlar nem modificar o que já foi escrito
Enxergar além do que está ao seu alcance, sem provar nada pra ninguém.
Guardando apenas para sí o que importa sem temer um porque.

Sem pensar nem de longe em desistir
Encarar , suportar se permitir
Se omitir sem questionar é o que te resta
se iludir mais uma vez a hora é essa
Não há mal que possa nos derrubar, nos fazer cair
Tente ao menos entender que ninguém mais viverá por você.

Concluo que nada foi em vão , sigo o meu caminho, minha convicção para o que há por vir, o que há por vir?

Enquanto a chuva cai meus pensamentos voam
O gosto amargo já não me completa mais
sempre em busca de algo ou alguèm que te faça tão mal, e que lhe entenda tão bem

Sem pensar nem de longe em desistir
Encarar , suportar se permitir
Se omitir sem questionar é o que te resta
se iludir mais uma vez a hora é essa
Não há mal que possa nos derrubar, nos fazer cair
Tente ao menos entender que ninguém mais viverá por você.

Concluo que nada foi em vão , sigo o meu caminho, minha convicção para o que há por vir, o que há por vir?

Consequências tão óbvias nos fazem perceber que o verdadeiro sentido da vida é viver
Resistir é o que nos faz pensar que a liberdade é muito mais do que se pode imaginar
Track Name: Velhos Amigos (acústica)
Por onde você anda? Há quanto tempo não nos vemos mais?
Difícil imaginar que nossas vidas um dia caminharam juntas.

E eu te procurei em todo lugar, mas por infelicidade não conseguimos nos encontrar.
Saudade bate forte, e é tão difícil suportar.

Que bom te ver aqui, que bom saber que você está bem.
Espero que neste tempo que nos afastamos, pudemos aprender,

que por mais que estejamos longe é impossível esquecer tudo o que vivemos.
Momentos que nunca irão se apagar, feliz em te reencontrar.

Velhos amigos, ainda estamos aqui, histórias para relembrar.
Velhos amigos, ainda estamos aqui, histórias para relembrar.